Departamento de Formação em Educação Social

Pós-graduação inovação educacional inclusiva - Ubuntu para educadores
1° Ano - Anual Ubuntu: paradigma educacional emergente
Objetivos de aprendizagem
Na dimensão cognitiva (saber): Apreender o conceito de problema social complexo. Compreender as dinâmicas das violações da dignidade humana e seus impactos, bem como abordagens restaurativas. Conhecer a filosofia e ética social Ubuntu e a sua aplicação ao contexto educativo. Na dimensão instrumental (saber-fazer): Capacidade de desenvolver uma abordagem inovadora e eficaz na promoção da inclusão socioeducativa dos estudantes/jovens com que trabalha. Capacidade de compreender e dinamizar as cinco dimensões Ubuntu (autoconhecimento, autoconfiança, resiliência, empatia e serviço) e a sua aplicação ao contexto educativo. Domínio das metodologias e ferramentas de personal storytelling, gestão de conflitos/justiça restaurativa, conceção e gestão de projetos de empreendedorismo social, dinâmicas de grupos, Human-Centered Design e Design Thinking. Na dimensão atitudinal (ser/estar): Abertura e vocação para a inovação educativa inclusiva, no âmbito do paradigma Ubuntu.

Conteúdos programáticos
1. Complexidade e fragmentação em desafios societais contemporâneos. A sua expressão na comunidade educativa. 2. Dinâmicas de violação da dignidade humana: impactos na Educação. Desafios à sua promoção e restauração. 3. Abordagens de gestão da complexidade e fragmentação: Colaboração e Interdependência. 4. O método Ubuntu como inspiração para um novo paradigma 4.1. A promoção e a restauração da dignidade humana no centro do método Ubuntu. Aplicação em contexto educativo. 4.2. Os valores da identidade em relação, da interdependência, do cuidado/coresponsabilidade e da compaixão. 4.3. As cinco dimensões do método Ubuntu: autoconhecimento, autoconfiança, resiliência, empatia e serviço. 4.4.. As "histórias de vida" como ferramenta de inclusão social em contexto educativo 4.5.A aplicação a contextos de educação não-formal Estudo de caso I: A luta contra o apartheid na Africa do Sul e o Ubuntu Estudo de caso II: Freedom Writers Diary - desafios em contexto de sala de aula.

Avaliação
Entende-se como fundamental o desenvolvimento de um processo de ensino/aprendizagem baseado na autonomia de pesquisa do(a) estudante, no trabalho cooperativo e no contato com a realidade socioeducativa. As metodologias ativas e diversificadas visam dotar o(a) estudante da capacidade de se apropriar de conceitos e analisar informação significativa, pessoalmente e em grupo. Para tal, realizará análise documental, participará em debates a partir de casos/temas propostos, dialogará criticamente a partir de problemáticas teórico-práticas suscitadas e testará os seus conhecimentos em momento avaliativo propriado, obtendo feedback. Avaliação e ponderação: Participação: qualidade das intervenções e realização do trabalho autónomo = 20% Elaboração de monografia sobre o tema = 50% Apresentação oral em sala de aula de resumo de bibliografia indicada ou de caso prático escolhido = 30%

Bibliografia
Gruwell, E. (2007) Freedom Writers Diary - Teacherīs guide Hicks D. ( 2013) Dignidade - o papel que desempenha na resolução de conflitos . Lisboa: Bizâncio. Stengel, R. (2010) O Legado de Mandela - Quinze lições de vida, amor e coragem. Lisboa:Editorial Planeta. Kashindi, J.-B. Kakozi (2017). "Ubuntu como ética africana, humanista e inclusiva". Cadernos IHU ideias, Ano XV - N 254 - V. 15. Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS (em linha) Volmink, J. (2014) Ubuntu: Filosofia de vida e etica social. Conferência Ubuntu Global Network. (em linha) Oviawe, J.O. (2016) How to rediscover the ubuntu paradigma in education. International Review of Education, vol 62, n1 , pp.1-10