ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAO DE PAULA FRASSINETTI
  • Revista Saber & Educar Revista Saber & Educar
  • I Seminário Internacional de Educação Artística I Seminário Internacional de Educação Artística
  • Formação Contínua Formação Contínua

Centro de Investigação (CIPAF)

Intervenção

Justiça para todos

"Projeto Justiça para Tod@s"
Projeto de promoção dos valores democráticos colocando a Educação para a Justiça e o Direito (em especial os Direitos Humanos, direitos das minorias e não discriminação) como ferramenta cívica fundamental num Estado-de-Direito. Desenrola-se através de ações de sensibilização, divulgação, workshops e jogos de simulação de um caso em tribunal, dirigidas a jovens, entre os 12 e os 25 anos. O Projeto decorre durante 4 anos e nele participam cerca de 370 docentes e técnicos de todo o país e a ESEPF é responsável pela formação destes agentes. O Projeto é cofinanciando pela “Cidadania Ativa”, “EEEGrants” e a Fundação Calouste Gulbenkian.
Investigador responsável (IR): Daniela Gonçalves
Equipa de projeto: José Luís Gonçalves, Florbela Samagaio

   

Catapulta

"Projeto Catapulta E5G"
Inserido na 5.ª Geração do Programa Escolhas e promovido pelo Movimento SOS Racismo, a ESEPF integra o Consórcio [Código de Registo: 3683] que visa, intervir na zona ampla da Sé do Porto. Os jovens entre os 11 e os 24 anos contribuem para o fenómenos como insucesso e abandono escolares, baixos níveis de escolaridade e de certificação, tendo desistido da formação e o desemprego/desocupação são fatores determinantes no modo como estes se olham a si próprios e são vistos pelos demais. Constituem objetivos apoiar estes jovens no seu percurso escolar mas também proporcionar vivências que fomentem competências sociais e pessoais úteis ao seu percurso de vida. Assim, este projeto tem a intenção de envolver crianças, a partir dos 11 anos, e jovens até aos 24, em atividades com os seus pares e com os restantes residentes, bem como ajudá-los a encontrar formas de comunicação com as comunidades imigrantes que se têm vindo a instalar no território e com os visitantes de passagem que procuram conhecer a cidade.
Equipa: Gabriela Trevisan, Florbela Samagaio

   

cmp

esepf

"Pelouro do Conhecimento e Coesão Social – CMPorto - e Escola Superior de Educação Paula Frassinetti"
A aproximação entre a C. M. Porto e a Escola Superior de Educação Paula Frassinetti levou, nos últimos anos, a que se concretizassem projetos comuns e que houvesse da parte de ambas as entidades vontade de colaborar nos setores da educação e formação. O objetivo é apoiar as áreas de intervenção da política levada a cabo pelo Pelouro do Conhecimento e Coesão Social, desenvolvendo projetos não só nas áreas da Cultura e da Educação, mas cruzando-os, também, com a questão da inclusão social.
Mais informações de cada um dos projetos:
Avaliação do Programa “Porto de Crianças” [Isabel Cunha, Carlos Afonso, Paula Medeiros, Ivone Neves]
Projeto “Porto de Apoio à Família” [Ana Maria Serapicos, Paula Pequito]
Projeto-piloto “Histórias com Sentidos” [Isabel Cunha, Joana Cavalcanti]
Atividades no âmbito de Museus, Património Cultural e Bibliotecas [Joana Cavalcanti, Irene Cortesão, Mónica Oliveira]

Atividades desenvolvidas em parceria com a CMP

   
Consórcio “Maior Empregabilidade”

Consórcio “Maior Empregabilidade”
Treze instituições de ensino superior, entre as quais a Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti, acederam ao convite da Forum Estudante para constituir um consórcio que se mobilizasse para o desafio da promoção da maior empregabilidade dos jovens diplomados em Portugal.
Equipa: Paula Pequito, Gabriela Trevisan

   

aal4all compete

"Ambientes de Vida Assistida para Todos" – AAL4ALL
O envelhecimento da população desafia todos a encontrar soluções que permitam aumentar o tempo e a qualidade de vida no seu ambiente preferido. Assim, entre 2011 e 2014, a ESEPF integra um consórcio de 32 entidades nacionais que pretende desenvolver um ecossistema de produtos e serviços para Ambientes de Vida Assistida (sigla AAL) associado a um modelo de negócio e validado através de um piloto de grande escala.

   

apcs

esepf

Investir na Capacidade
Os alunos com capacidades excecionais têm de ser orientados e estimulados para desenvolverem maximamente os seus potenciais. Mas, em geral, as escolas não sabem como identificar, como planear e efetivar a diferenciação, as atitudes adequadas a assumir, como manter o gosto da criança na aprendizagem e a capacidade de se relacionar e interagir. Este projeto encontra-se implementado em diversos Agrupamentos de Escolas, tendo como parceiros privilegiados as Câmaras Municipais.
Investigador responsável (IR): Helena Serra Fernandes
Equipa de projeto: Ana Márcia Fernandes

O projeto foi notícia da Euronews. +info.

   

esepf

Problematizar a metodologia de projeto articulando e avaliando aprendizagens
A lógica do projeto, sendo este de investigação ação, assenta na problematização das práticas educativas dos diferentes intervenientes e na construção coletiva de um plano de investigação/intervenção.
A construção e sistematização de instrumentos de acompanhamento dos projetos desenvolvidos nas diferentes instituições, constituirá um dos mecanismos para a reflexão, problematização e apropriação de novos saberes entre os investigadores.
Através de uma ação partilhada entre os diferentes investigadores, procurar-se-á encontrar coerência entre os pressupostos da metodologia e o seu impacto na construção das aprendizagens dos grupos de crianças e adultos envolvidos nos projetos

   
 

Promoção para o Sucesso

O Projeto Promoção para o Sucesso visa apoiar os Agrupamentos/Escolas com vista a um melhor envolvimento educativo de alunos que apresentem baixos desempenhos em Leitura, Escrita e Matemática, com comprometimento das aprendizagens escolares em geral. Partindo do conhecimento científico atual no domínio das Dificuldades Específicas de Aprendizagem (DEA), pressupondo que na génese das mesmas existem disfunções neurológicas, o Projeto: i) disponibiliza formação para professores e outros técnicos; ii) prepara para a avaliação compreensiva dos alunos; iii) e dá a conhecer as estratégias específicas, a serem usadas o mais precocemente possível, na intervenção com crianças e adolescentes com tais perturbações; iv) na fase das ações concretas que o Agrupamento/Escola passa a desenvolver, apoia o desenvolvimento das mesmas e promove a análise e reflexão sobre o processo e seus resultados. 
Investigador responsável (IR): Helena Serra Fernandes
Equipa de projeto: Ana Márcia Fernandes

   
 

Mapa Digital Interativo ao serviço da intervenção comunitária

Desenvolvido pela ESEPF e pela ESRI Portugal para o Pelouro da Coesão Social da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, este geoportal constitui uma ferramenta de apoio ao diagnóstico, planeamento, monitorização e avaliação da intervenção social num determinado território. Facilita o processo de gestão municipal da área social para a tornar mais sustentável e eficiente com a participação das instituições que compõem a Rede Social.
Investigador responsável (IR): Vítor Patrício Rodrigues Ribeiro
Equipa de projeto: José Luís Gonçalves, Florbela Samagaio, Gabriela Trevisan

   
 

Formação Par(A)colher Melhor  - Acolhimento e Integração dos Refugiados em Portugal

Inserido na Plataforma de Apoio aos Refugiados (PAR, http://www.refugiados.pt/) esta formação tem por objetivo apoiar a preparação sociocultural, ético-relacional, psicológica e religiosa dos técnicos das instituições anfitriães que acolherão refugiados em Portugal. Desenvolvida em ensino de a distãncia na plataforma de e-learning da ESEPF, compreende XI módulos dinamizados por seis (6) instituições de ensino superior e por uma instituição islâmica.
Duração – início - outubro de 2015
Equipa: José Luís Gonçalves, Gabriela Trevisan, Florbela Samagaio, Rui Ramalho, Paulo Machado

 

Aprender Direitos Humanos: Passado e Presente
Projeto financiado pela Embaixada dos Reino dos Países Baixos em Portugal, Anne Frank House, Anmistia Internacional, Instituto Paulo Freire Portugal e Consórcio Inter-cultural: círculo de eventos – ESEPF/UP.
Duração: início - 2010
Investigador responsável (IR): Miguel Prata Gomes

 

   

Projeto Othukumame - “Juntos”
Reforço das capacidades da rede diocesana católica de ensino pré-escolar, Lichinga-Niassa, Moçambique, a realizar de fev. 2015 a fev. 2017. Intervenção direta com 32 Monitores/Professores, 350 Crianças, 330 Encarregados de Educação, 120 elementos das comissões de gestão e 32 responsáveis pelos jardins-de-infância. A ESEPF realiza a adequação pedagógica e a validação científica dos manuais e das ferramentas criadas, além de ser entidade formadora e supervisora dos monitores e dos supervisores em Lichinga.
Investigador Responsável (IR): Brigite Carvalho da Silva
Equipa de projeto: Clara Craveiro

 

Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti: Rua Gil Vicente, Porto | Tel. +351 225 573 420/5 | facebook | Mapa do site | Eduroam | CV DeGóis DeGóis | © ESEPF.2017