Departamento de Formação em Educação Social

Mestrado em Intervenção Comunitária
1° Semestre Políticas Sociais
Objetivos de aprendizagem
Reconhece e explica a situação portuguesa Reconhece existência de conflitualidade teórica e/ou ideológica na conceção e execução de políticas sociais Identifica modelos de políticas sociais Compreende o modo de estruturação das políticas sociais Relaciona níveis locais nacionais e globais de planeamento e intervenção Distingue medidas casuísticas de políticas sociais estruturadas Apreende e identifica as etapas de estruturação de uma política social Identifica os impactos das diferentes políticas sociais nas possibilidades de intervenção comunitária

Conteúdos programáticos
1. análise de indicadores estatísticos e estudos qualitativos de caraterização da situação portuguesa 2. Obstáculos epistemológicos quando se pensa no e sobre o «social» - Individualismo /Naturalismo/essencialismo/inatismo 3. Estruturação de uma política social - Etapas - Procedimentos teóricos, metodológicos e técnicos 4. Alguns princípios de política social - Diagnóstico - Trabalho em rede e parcerias - Subsidiariedade - Participação 5. Políticas sociais em Portugal: avaliação do que foi feito e identificação do que existe por fazer

Avaliação
Trabalho em grupo na sala de aula a partir de pequenos ensaios teóricos, análise de recortes de jornais ou outro material documental trazido pelos mestrandos; análise de dados estatísticos (site do Instituto Nacional de Estatística) de forma a conhecer a situação social portuguesa; permanente vaivém entre os referenciais históricos e as experiências vivenciais e/ou profissionais dos mestrandos; Organização de debates sobre temas centrais de política social. Duas modalidades de trabalhos para escolher uma: um ensaio a partir de um enunciado ou um trabalho de análise de dados estatísticos sobre as condições sociais de um concelho ou de um conjunto de concelhos (Nuts III) a selecionar pelos mestrandos de modo a permitir a elaboração de propostas de política social. Constitutem critérios de avaliação: clareza e adequação dos conteúdos (60%); cruzamento de autores (20%); perspetiva crítica (20%)

Bibliografia
AIRES, Sérgio (Coord.), Fenómenos, Actores e Práticas nos Domínios da Pobreza e da Exclusão Social Extrema, Porto, Rede Europeia Anti-Pobreza, 2005, 978-989-9548-732 . CASTEL, Robert - As metamorfoses da questão social : uma crônica do salário . 9 ed. Philadelphia : Vozes, 2010,85-326-1954-1 ESTANQUE, Elísio e MENDES, José Manuel, Classes e Desigualdades Sociais em Portugal, Porto, Afrontamento, 1998, 972-36-0440-X . ESTIVILL, Jordi e AIRES, Sérgio, Regresso ao Futuro, Porto, Rede Europeia Anti-Pobreza, 2007 (on-line). Rodrigues, Maria de Lurdes, Adão e Silva, Pedro (org.) Políticas Públicas em Portugal. Lisboa: ISCTE, ISBN 9789722721318 SARMENTO, M, FERNANDES, N, TREVISAN, G (2015). A redefinição das condições estruturais da infãncia e a crise económica em Portugal. in Diogo, F, Castro, A, Perista, P (2014). Pobreza e Exclusão Social em Portugal. Lisboa: Húmus VIEGAS, José Manuel Leite e COSTA, António Firmino da, Portugal, que Modernidade?, Oeiras, Celta, 1998, 972-8027-90-7