Departamento de Formação em Educação Social

Mestrado em Intervenção Comunitária
2° Semestre Violências na Sociedade Atual
Objetivos de aprendizagem
Compreender a polissemia do conceito de violência; Desenvolver um pensamento crítico sobre as violências no mundo contemporâneo; Conhecer os conceitos fundamentais e diferentes enfoques relativos a cada uma das temáticas; Conhecer vários tipos de violência nas sociedades atuais; Identificar potenciais contextos de violências nas comunidades; Utilizar instrumentos teórico-metodológicos para a compreensão e aplicação de programas de prevenção/intervenção dirigidos às diferentes problemáticas em análise na perspetiva da intervenção comunitária

Conteúdos programáticos
1. Aproximação multidisciplinar ao conceito de violência a partir de vários domínios cient+ificos 2. Fenomenologia da violência 2.1. Agressividade e perceção da violência 2.2. Mediatização e geografia dos fenómenos da violência autoinfligida, interpessoal e coletiva 2.3. Tipologia, natureza, mediação/impacto e custos da violência 2.4. Problemática moral no contexto da sua valorização social e política 3. Práticas e projetos de intervenção-prevenção da violência 3.1. Maus-tratos de crianças e jovens 3.2. Violência doméstica/conjugal 3.3. Violência nas escolas 3.4.Violência no espaço urbano coletivo 3.5. Violência no namoro 3.6. A intervenção dos gabinetes de apoio às vítimas e aos agressores 4. O papel da educação e da intervenção comunitária 4.1. Intervenção comunitária -prevenção primária e intervenção na comunidade 4.2. Complexidade da intervenção em função dos papéis (vítimas e agressores) e do impacto 4.3. A violência pode ser prevenida-superada?

Avaliação
As metologias ativas de ensino favorecerão momentos de confronto dialógico passíveis de serem analisados criticamente, na medida em que o estudante é desafiado a distanciar-se do seu contexto cultural e emocional para, descentrando-se, promover a autonomia e a interdependência da vitimologia. A relação interpessoal que se estabelecerá mobilizará a comunicação assertiva e de trabalho cooperativo em contextos violentos de complexidade, de incerteza e de imprevisibilidade. Algumas sessões ensaiadas a título experimental pretendem pôr em evidência a capacidade dos estudantes orientarem outros para que atinjam objetivos pessoais e institucionais concretos e contemporâneos. O trabalho escrito permitirá avaliar do grau de apropriação dos conceitos destes problemas sociais e desenhar propostas de prevenção 1 - Trabalho de grupo: apresentação oral e escrita dum tipo de violência - 60% 2 - Trabalho individual:reflexão escrita sobre um programa de prevenção/superação de violências - 40%

Bibliografia
CARMO, Hermano (2010). Problemas sociais contemporâneos, Lisboa : Universidade Aberta. ISBN 978-972-674-347 CARRETEIRO, Teresa (2003). Sofrimentos sociais em debate. In Psicologia USP, 14(3), 57-72. http://www.scielo.br/pdf/pusp/v14n3/a06v14n3.pdf FERRARI, Ilka Franco. (2007). Realidade social: a violência, a segregação e a falta de vergonha. Revista Mal Estar e Subjetividade, 7 (2), 269-284. http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S151861482007000200003&lng=pt&tlng=pt. -8 FOUCAULT, Michel (2013). Vigiar e Punir , Edições 70 ISBN 9789724417660 MACHADO, Carla ((2010) Vitimologia: das novas abordagens teóricas às novas práticas de intervenção , Braga, Psiquilibrios.