Departamento de Formação em Educação Especial e Psicologia

Mestrado em Ciências da Educação, Área de especialização em educação especial
2° Semestre Recursos Tecnológicos de Apoio à Educação Especial
Objetivos de aprendizagem
Conhecer recursos tecnológicos, software e hardware, de apoio às NEE; Selecionar e utilizar recursos tecnológicos de acordo com as necessidades da criança e dos objetivos definidos pelo profissional para a intervenção; Criar sentido crítico e criativo sobre os recursos tecnológicos; Dominar modelos conceptuais científicos, técnicos metodológicos e práticos, do sistema Braille e a sua prática; Conhecer métodos adequados para a promoção da eficácia da leitura e escrita e as características fundamentais da leitura táctil.

Conteúdos programáticos
Tecnologia Educativa: conceito e perspetivas teóricas. Investigar em Tecnologia Educativa. A tecnologia na Intervenção Precoce. Recursos abertos e flexíveis. Materiais tecnológicos: para além do computador. O sistema Braille, descrição dos caracteres, a escrita Braille, tato e leitura Braille, vantagens e limitações do sistema Braille. O alfabeto Braille, processos de leitura, instrumentos e métodos para ensino da leitura e escrita Braille Prática do sistema Braille. Discussão da identidade dos processos da leitura visual versus leitura táctil.

Avaliação
As metodologias usadas pretendem valorizar a reflexão individual aprofundada das temáticas abordadas na UC, fazendo a articulação com o percurso pessoal e profissional dos estudantes, as suas vivências no terreno educativo e expectativas para o futuro. Pretende-se ainda criar momentos de reflexão em grupo. A distribuição da tipologia das horas reflete a vertente construtiva da avaliação que envolve quer professores quer alunos. Tendo em conta que a UC proporcionará o contato com recursos efetivos, espera-se que estes sejam experimentados de forma muito concreta em contextos educativos. Avaliação: a) Trabalho escrito com base numa atividade implementada (60%) Planificação de uma atividade para um contexto específico de NEE utilizando um ou mais recursos tecnológicos. b) Presença, assiduidade, participação nas sessões presenciais e envolvimento no trabalho (40%).

Bibliografia
Baptista, J. A. L. S. (2000). A Invenção do Braille e a Sua Importância na Vida dos Cegos. Lisboa: Secretariado Nacional para a Reabilitação e Integração das Pessoas com Deficiência / Comissão de Braille. ISBN: 9729866007 Heredero, E. S. (2014). Tecnologías de la información y comunicación TIC en educación especial. Madrid: UAH. ISBN 9788416133260 Hill, B. A. (2014). Breaking Through: Using Educational Technology for Children with Special Needs. Nova Iorque: Square One Publishers. ISBN 978 0757003950 Nuttall, J. R., Nuttall, L. (2013). Dyslexia and the iPad: Overcoming Dyslexia with Technology. Edição Amazon. ISBN 9781490516714