Departamento de Formação de Professores

Mestrado em Ensino do 1 Ciclo do Ensino Básico e de Português e História e Geografia de Portugal no 2 Ciclo do Ensino Básico
2° Semestre Didática das Expressões Artísticas
Objetivos de aprendizagem
Conhecer as principais linhas pedagógicas orientadoras da intervenção ao nível das diferentes expressões artísticas. Conhecer diferentes modelos didáticos e formas de operacionalização desta área do saber em contexto de Ensino Básico; Identificar a importância da Educação Artística para o desenvolvimento da sensibilidade estética no 1 Ciclo do Ensino Básico. Compreender a Educação Artística como instrumento de intervenção educativa na construção de competências transversais no 2 CEB; Refletir sobre as múltiplas utilizações das diferentes expressões artísticas em contexto educativo. Mobilizar os aspetos técnicos, sensíveis e expressivos de diversos materiais, suportes e instrumentos na execução de um projeto no domínio da Educação Artística. Conceber planificações de trabalho no domínio da Educação Artística no 1 ciclo do Ensino Básico.

Conteúdos programáticos
1.A Educação Artística 1.1Linhas orientadoras da Educação Artística no 1 e no 2 Ciclo do Ensino Básico 1.2A Educação Artística como instrumento de desenvolvimento de competências específicas e transversais 2.A especificidade das linguagens artísticas 2.1 Os modelos da pedagogia musical construindo atividades de acordo com propostas de Dalcroze, Orff e Schafer 2.2 A relação entre a música e o movimento no desenvolvimento de competências de expressão e comunicação das crianças: exploração teórica e experimentação prática 2.3 Improvisação e exploração vocal 2.4 O jogo dramático em contexto pedagógico 2.5 A expressão plástica e o processo criativo: os elementos da comunicação e da forma visual. 3.Intervenção artístico-pedagógica 3.1A planificação de atividades e estratégias de intervenção: concetualização e execução de projetos interdisciplinares 3.2A Educação Artística no 1 Ciclo do Ensino Básico: formas e modos de representação artística

Avaliação
A UC encontra-se estruturada em aulas teórico-práticas, práticas laboratoriais e orientação tutorial assente em metodologias ativas com a utilização de diversas estratégias como exposição de diferentes temáticas, debates, visualização de filmes, realização de experiências práticas para experimentação de técnicas e métodos de trabalho. O trabalho a desenvolver pelos estudantes terá, como referência, os objetivos e resultados de aprendizagem conseguidos e verificados através da seguinte forma de avaliação:: Elaboração de um trabalho de grupo teórico prático interdisciplinar centrado na realização de uma proposta de intervenção que, partindo de um tema gerador, explore as suas potencialidades como instrumento de pesquisa e de intervenção educativa cujo saber artístico-pedagógico poderá ser aplicado na Prática de Ensino Supervisionada.

Bibliografia
Bachmann, M. (1998). La Ritmica Jaques-Dalcroze: una Educación por la Música y para la Música. Madrid: Ed. Pirámide Barret, M. (1998). Educação em Arte. Lisboa: Col. Dimensões Cortesão, I. (2014). A magia dos sons: a descoberta do ambiente sonoro como instrumento de intervenção educativa.In Trevisan, G. et al (2014) (Eds.). Direitos da Criança: Realidades e Desafios do Caso Português. U.M: Instituto de Educação Freedman, K. (2006). Enseñar la Cultura visual - Currículum, estética y la vida social del arte. Barcelona: Octaedro Landier, J. & Barret, G (1999). Expressão Dramática e Teatro. Porto: ASA Oliveira, M. (2015). A Arte Contemporânea para uma Pedagogia Crítica. Porto: Associação de Professores de Expressão e Comunicação Visual Oliveira, M. & Silva, B. (2013). Una Imagen sobre la Educación Artística en la actualidad, European Review of Artistic studies, vol. 4, n. 1, pp. 54-75 Sousa, M. (2000). Metodologias do Ensino da Música para Crianças. V. N. Gaia: Gailivro