Departamento de Formação de Professores

Mestrado em Ensino do 1 Ciclo do Ensino Básico e de Português e História e Geografia de Portugal no 2 Ciclo do Ensino Básico
1° Semestre Prática de Ensino Supervisionada em 1. Ciclo do Ensino Básico I
Objetivos de aprendizagem
Caracterizar o estabelecimento de ensino do 1 CEB, através da análise dos documentos do regime de autonomia, administração e gestão e atuar em conformidade; Reconhecer a articulação e sequencialidade do ensino; Comparar contextos educativos, partindo das implicações do ensino no 1CEB; Observar, planificar, concretizar e avaliar a intervenção educativa, tendo em conta uma pedagogia diferenciada, gerindo recursos e organizando o ambiente educativo de acordo com os princípios da aprendizagem ativa e participativa; Refletir de forma a adequar e reformular a ação educativa; Identificar a especificidade da organização do ambiente educativo do 1 CEB; Utilizar técnicas e instrumentos de registo, documentação e avaliação do processo de ensino/aprendizagem; Descrever as especificidades do processo de ensino/aprendizagem dos alunos do 1 CEB; Relacionar teorias públicas com as práticas educativas.

Conteúdos programáticos
1-Documentos estruturantes das instituições Educativas; 2-Enquadramento Legal para o exercício da Profissão Docente; 3- Perfil do desempenho profissional do Professor do Ensino Básico 4- Observação, planificação, concretização e avaliação da intervenção educativa; 5-Reflexão, problematização e investigação da ação educativa; 6- Profissionalidade Docente e Promoção do Sucesso Escolar; 7- Adequação curricular para alunos com NEE; 8-Conceção de projetos de investigação/formação/ação inerentes à prática educativa.

Avaliação
Estágio em co-docência, numa turma de 1 CEB. Da observação, conhecimento e identificação da turma,os estudantes, intervêm de forma planificada, organizada e avaliada, promovendo experiências pedagógicas. Nos Seminários, as temáticas ajudam a contextualizar e a consolidar a IE, refletindo quer individualmente, quer em grupo. Na OT, refletem com o supervisor a evolução do seu desempenho e têm apoio para a realização do relatório com o Orientador. A classificação inclui (classif. de estágio x 70% + classif. do relatório x 30%) /100 em que: Classificação do estágio = (classif. do Supervisor ESEPF x 60 + classif. do Orient. Cooperante X 40) 70% Classificação do Relatório de investigação - 30% - sob a orientação científica de um doutor e/ou especialista, as temáticas específicas decorrerão de questões emanadas da prática pedagógica supervisionada e/ou articuladas com projetos de investigação/áreas de interesse de investigação.

Bibliografia
Beaudoin, N. 2013.Una Escuela para cada Estudiante.Madrid:Narcea Day, C.; Gu, Q. 2012.Professores:Vidas Nuevas,Verdades Antiguas.Madrid:Narcea Guathier et al. 2004.Interventions pédagogiques efficaces et réussite scolaire des élèves provenant de milieux défavorisés. Université Laval-Québec. Gonçalves, D.,Víton António,M. J. 2014.Práctica docente en la enseãnza universitaria,reflexión de saberes y aprendizaje transformativo,1141 - 1154.Madrid: SEECI http://www.seeci.net/congreso/DOCENCIA_3.pdf Gouveia, J.,Craveiro, C.,Silva,B.,Santos,C.,Brandão,I. & Martins,M.2014Competências transversais de professores de 1.CEB. Disponível: http://www.fpce.up.pt/trabalhodocenteformacao.pdf Roegiers, X., De Ketele, J. 2004.Uma pedagogia da integração: competências e aquisições no ensino.Porto Alegre:Artmed. Roldão, M. C.2009.Estratégias de ensino:o saber e o agir do professor.VNG: F.Manuel Leão. Vieira, F. 2014.Re-Conhecendo e Transformando a Pedagogia:histórias de superVisão.Santo Tirso:De Facto.