Departamento de Formação de Professores

Mestrado em Ensino do 1 Ciclo do Ensino Básico e de Português e História e Geografia de Portugal no 2 Ciclo do Ensino Básico
2° Semestre Currículo: dos Fundamentos às Práticas
Objetivos de aprendizagem
1. Saber analisar os documentos de autonomia, administração e gestão da escola, tendo presente o enquadramento legal; 2. Compreender as implicações dos referidos documentos na gestão (flexível) do currículo; 3. Conhecer modelos curriculares e analisar a relação com a investigação e política educativas como suporte para a intervenção educativa; 4. Saber problematizar a implementação do currículo, com base na definição/seleção/adequação de metodologias e abordagens pedagógicas e de estratégias avaliativas.

Conteúdos programáticos
1. Aspetos organizacionais da escola: - Documentos de autonomia da escola (PE, PAA, autoavaliação), ADD, estruturas intermédias e seu funcionamento - Tendências contemporâneas na conceção de escola e suas consequências ao nível do desenvolvimento curricular 2. Currículo: questões conceptuais: - Modelos curriculares: inovação e mudança - Análise crítica da LBSE em função de dicotomias como processos versus resultados, curto versus longo prazo - Quadros de referentes (objetivos, competências, metas): seu significado e implicações para a teoria e o desenvolvimento curricular - Gestão flexível do currículo 3. Currículo: operacionalização: - Práticas de Planificação/Conceptualização das designações que as sustentam. - Métodos de Ensino e de Aprendizagem/ Metodologias de Intervenção - Estratégias avaliativas: da conceptualização à construção de instrumentos operacionalizantes

Avaliação
Exposição, debate, análise de documentos, trabalho individual e trabalho em grupo. As metodologias serão ativas, no âmbito das quais haverá lugar a análise, reflexão, discussão e problematização de conhecimentos. As exposições teóricas, trabalho em grupo, trabalho individual e análise de documentos servirão de suporte àqueles processos. O trabalho a desenvolver pelos estudantes terá, como referência, os objetivos e os resultados de aprendizagem conseguidos e verificados através das seguintes formas de avaliação e respetiva ponderação: Trabalho de grupo: 40% - Critérios de avaliação: - Grau de conhecimento/aprofundamento dos conceitos trabalhados - Domínio da terminologia - Capacidade de gestão curricular (objetivos, metodologias e avaliação) Reflexão individual: 60% - Critérios de avaliação: - Domínio conceptual dos temas em análise - Justificação das opções feitas - Grau de organização das ideias - Grau de aprofundamento

Bibliografia
CAPUCHA, L. M. (2008). Planeamento e Avaliação de Projetos - guião prático. Lisboa: DGIDC. ISBN 978-972-742-285-2 FERNANDES, D. (2008). Avaliação das aprendizagens, desafios as teorias, praticas e politicas. Lisboa: Texto Editores. ISBN 972-47-2470-0 GOUVEIA, J. (2007). Competências: moda ou inevitabilidade?, in Saber Educar, no 12, ESE de Paula Frassinetti. ISBN: 0873-3600 GOUVEIA, J. (2010). Supervisão e avaliação: metodologias para a avaliação de competências no processo formativo, Tese de Doutoramento, Univ. Salamanca. RIBEIRO, L. (1989). Avaliação da Aprendizagem. Lisboa: Texto Editora. ISBN: 9724700119 ROLDAO, M. C. (2003). Gestão do currículo e avaliação de competências: as questões dos professores. 1a ed. Barcarena : Editorial Presenca. ISBN 972-23-3086-1 ZABALZA, M. A. (1992). Planificação e desenvolvimento curricular na escola. 1a ed. Rio Tinto : Edições Asa. ISBN 972-41-0933-X