Departamento de Formação em Educação Social

Licenciatura em Educação Social
6° Semestre Ética e Deontologia Profissional
Objetivos de aprendizagem
Partindo da experiência de estágio, da qual podem emergir problemas e dilemas éticos, a/o estudante evidenciará o processo de construção de uma "sabedoria prática" na resolução de casos dilemáticos: - discute os limites das situações/convicções e os limiares críticos das ponderações/decisões que preconiza - destaca conflitos entre fundamentos dos juízos, abertura à alteridade e referências deontológicas (Código) - (re)identificar as situações problemáticas na sua radicalidade, enunciando variáveis sociais, pessoais e políticas em jogo - toma de decisões articulando a problemática (objetiva), o problema (sujeito/tarefa) e o problemático (juízo)

Conteúdos programáticos
1. A ética como eixo da profissionalidade do educador - Distinção e relação das noções de "Ética", "Moral" e "Deontologia". - Universalidade da ética, pluralidade de morais, códigos deontológicos. - Dimensões implicadas na ética profissional: teleológica, normativa e pragmática. - Ética e identidade profissional dos trabalhadores sociais. 2. A implicação pessoal e profissional nos dilemas e nas decisões éticas - Origem e manifestações de problemas e dilemas éticos provenientes da prática e as tomadas de decisão (nível técnico, legal e ético). - Impacto das tensões, dilemas e conflitos levantadas pelas "questões éticas" no trabalho social: e educação para as faculdades da empatia e da descentração. - Gestão de emoções e sentimentos nos dilemas éticos. O mundo do desejo e dos limites nas tomadas de decisão. - Ética aplicada: modelos e princípios de atuação. - Sabedoria prática: articular desejos e normas, responsabilidades e direitos.

Avaliação
O conjunto de estratégias e recursos a utilizar [debate, trabalho individual, simulação, trabalho em grupo, observações, casos práticos, problemas, metodologia de problematização-dilematização e de decisão ética: "plano de sete etapas"] tem em vista a mobilização, pelo estudante, de um leque variado de domínios cognitivos, a saber: a) conhece os conceitos pela resenha bibliográfica a realizar no trabalho autónomo e na análise documental (30%); b) compreende e aplica os conceitos a situações-problema em simulações e role-play ; c) analisa casos práticos em grupo, fundamentando e justificando decisões (b+c=20%); d) sintetiza e aprendizagens nos relatórios de observação; e) avalia o processo realizado com o "Plano de sete etapas" e, numa lógica meta-reflexiva, problematiza as suas próprias aprendizagens (d+e=50%)

Bibliografia
BANKS, Sarah & KIRSTEN, Nǿhr (coord.) (2009). Ética Prática para as Profissões do Trabalho Social. Porto: Porto Editora ISBN: 978-972-0-34858-6 REVISTA SABER & EDUCAR, 16 (2011). Problematização e Dilematização. Porto: Edições ESE Paula Frassinetti. ISSN 1647-2144