Departamento de Formação em Educação Social

Licenciatura em Educação Social
6° Semestre Estágio Profissional
Objetivos de aprendizagem
Aplicar conhecimentos adquiridos ao longo da sua formação Conceber, planificar e desenvolver projectos de intervenção sócio - educativa Avaliar, em todas as dimensões, os resultados da concepção, da planificação e da intervenção sócio-educativa Aplicar estratégias facilitadoras de uma prática adequada aos utentes e à Instituição Fazer uma ligação teórico-prática estruturadora de uma acção reflectida Responder positivamente aos parâmetros definidos no perfil do Educador Social Descobrir as virtualidades da prática da Educação Social Descobrir capacidades pessoais potenciadoras de um perfil profissional que se quer em constante construção e enriquecimento Adquirir experiência profissional Identificar e diagnosticar, enquanto profissional da educação social, espaços de intervenção sócio-educativa na sociedade contemporânea Planificar, implementar e avaliar projectos de intervenção social Utilizar os meios ao serviço da intervenção sócio-educativa

Conteúdos programáticos
Supervisão e acompanhamento tutorial ao estágio profissionalizante. Este acompanhamento é feito, semanalmente, com os diferentes grupos de estágio e respectivos supervisores. Poder-se-á reflectir a concepção, planificação e desenvolvimento de projectos de intervenção social. As metodologias de intervenção, nomeadamente as estratégias, recursos e avaliação, serão uma constante preocupação no sentido de optimizar os resultados da intervenção. Algumas sessões são destinada a trabalhar temáticas em que os próprios grupos manifestem necessidades especificas. Dos conteúdos fazem também parte sessões destinadas a que os grupos partilhem as primeiras fases de estágio, promovendo-se a discussão crítica das propostas que apresentam. relatório de estágio e dossier de estágio têm sessões específicas de aula em grande grupo.

Avaliação
De acordo com as necessidades dos grupos de estágio, poderão ser feitos debates e análise de documentos como suportes às aprendizagens profissionais. Os alunos serão responsáveis por trabalhos de carácter individual, como aplicação de instrumentos de recolha de informação, concepção de projectos de intervenção social, planificações, intervenções e construção do relatório de estágio. Farão, ainda, trabalho em pequenos grupos nomeadamente intervenções comuns em situações que se justifique. Para o relatório final de estágio, serão convidados a fazer reflexões críticas/avaliativas sobre todo o processo de estágio. Relatório de Estágio: 35 %. Fichas supervisor: 25%. Fichas orientador: 25%. apresentação e defesa: 15%.

Bibliografia
BAPTISTA, Isabel; CARVALHO, Adalberto Dias de (2002), Educação Social, Fundamentos e Estratégias, Porto, Porto Editora.ISBN 972-0-34851-8 CARVALHO, Adalberto Dias de (1992), A educação como projecto antropológico, Porto: Edições Afrontamento.ISBN 972-36-0293-8 CARVALHO, Adalberto Dias de (2000), A educação e os limites dos direitos humanos: ensaios de filosofia da educação, Porto, Porto Editora. ISBN 972-0-34096-7 CAPUL, Maurice, LEMAY, Michel (2003), Da Educação à Intervenção Social, 1 vol. , Porto, Porto Editora.ISBN 972-0-34852-6 CAPUL, Maurice, LEMAY, Michel (2003), Da Educação à Intervenção Social, 2 vol. , Porto, Porto Editora.ISBN 972-0-34853-4 GUERRA, Isabel (2002), Fundamentos e processos de uma sociologia de acção: o planeamento em Ciências Sociais, 2 ed., S. João do Estoril, Principia. ISBN 972-8500-85-8 PEREZ SERRANO, Glória (2003), Pedagogia Social, educación social: construcción científica e intervención práctica, Madrid, Narcea.ISBN 84-277-1041-0