Departamento de Formação em Educação Social

Licenciatura em Educação Social
1° Semestre Sociologia e Educação não Formal
Objetivos de aprendizagem
1. Mobilizar conhecimentos científicos indispensáveis a uma intervenção social; 2. Desenvolver um pensamento crítico e reflexivo face aos fenómenos sociais, designadamente aos que se situam em contextos de pobreza e exclusão social; 3. Caracterizar a sociedade moderna portuguesa nas suas dimensões económica, social, educativa, política e transfronteiriça; 4. Explicar a postura construtivista do indivíduo na sociedade através do processo de socialização; 5. Identificar e caracterizar espaços e contextos de Educação Não Formal na sociedade contemporânea; 6. Situar em termos de coordenadas contextuais uma intervenção socioeducativa.

Conteúdos programáticos
1. Retratos da Vida Portuguesa: as principais alterações na sociedade portuguesa 1960-201 Indicadores demográficos Principais indicadores económicos Indicadores sociais (educação, emprego e condições de trabalho, saúde, segurança social,...) Literacia em Portugal Imigrantes e minorias étnicas Modos de Vida e Novos estilos de vida 2. Pobreza e Exclusões Sociais 3. Noções básicas de Sociologia 4. A Socialização e a construção social da realidade 5. As constelações familiares da sociedade atual 6. Os meios de comunicação social e a mediatização da vida 7. "Educar bem é transformar o mundo e projetar o futuro": Educação Formal, Educação Não Formal e Educação Informal - da distinção conceptual à complementaridade desejada 7.1. A Educação Formal 7.2. A Educação Informal 7.3. A Educação Não Formal 7.4. A Educação Social 7.5. O Trabalho Social

Avaliação
Trabalho de grupo 40%; teste individual 40%, reflexão individual 20% exposição de conteúdos (oralmente, recorrendo às novas tecnologias, a filmes temáticos, etc.) - debate de ideias - análises de documentos - trabalho individual - trabalho em grupo

Bibliografia
BARRETO, António (org.) (1997), A Situação Social em Portugal, 1960 - 1995, Lisboa, ICS. ISBN972-671-043-X. BARRETO, António (2002), Tempo de Incerteza, Lisboa, Relógio D'Água. Depósito legal n 187495/02. BERGER, Peter; LUCKMANN, Thomas (1997), A Construção Social da Realidade, Petrópolis, Vozes. ISBN 85.326.0598-2 BARAIBAR LOPEZ; José Manuel (2003), La construcción de procesos formativos en educación no formal, Madrid, nancea Ediciones. COSTA, Alfredo Bruto da (1998), Exclusões Sociais, Lisboa, Gradiva. ISBN972-662-612-9. DUBAR, Claude (1996), La Socialisation, Paris, Armand Colin. ISBN 2-200-01485-6. TOWNSEND, P., Gordon, D., (2000). Breadline Europe: The measurement of poverty. London: The Policy Press.ISBN1-86134-292-6. SARACENO, C. & Naldini, M. (2003). Sociologia da Família. Lisboa: Editorial Estampa.ISBN9789723319064. COOMBS, P. H. (1985). La Crisis Mundial en La Educación, Perspectivas Actuales. Madrid: Santillana.ISBN8429423648 www.pordata.pt